frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

INSANA IMAGINAÇÃO



INSANA IMAGINAÇÃO 

Quero ser o teu pecado, 
Teu crime sem absolvição.
Serei a tua mancha
Escorrida no colchão...
Com os lábios a percorrer-te
Lhe deixarei sem direção,
Provará a minha mágica poção
E se afogará nessa paixão.
Serei o teu pecado,
E também o teu perdão,
Tua maçã proibida,
A adoçar a tua vida...
Quero dar-te só prazer,
Que possa em mim se perder...
Serei teu início sem fim,
Alfa sem ômega enfim.
Quero tornar teus dias perfeitos
Como se de algodão doce fosse feito
E das delícias que descubro em tua boca
É néctar divino em minha língua afoita.
Afaste o véu de pura seda que me enfeita,
Conquista-me em sílabas da tua fala perfeita.
E na brisa suave do entardecer,
Derrama o teu vinho
Na boca do meu ser...
Transborda-me de carinho
Me faz amor devagarzinho
E meu gozo vem beber.


( NLC )

x

Um comentário:

YAGO SILVA disse...

Versos intensos e calientes nos encanta com tamanha beleza de versos majestosos!