frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

domingo, 23 de fevereiro de 2014

QUEM TEM MEDO DO LOBO MAU?



Lobo malvado que fica a me observar

Com olhos gulosos que querem me devorar

Que seu ataque seja bem devagarzinho

Com suas garras afiadas me fazendo carinho

Pra que mãos tão grandes? Que me segurem direitinho

E pra que essa boca enorme? Me devore de mansinho

Que prove do meu mel e sinta como é docinho.

Chegue a minha porta pisando de levinho

Entre sem bater e deite do meu ladinho

Minha cama esta fria, te espero pra me aquecer

Mas chegue preparado, posso te surpreender...


Não sou presa fácil, como talvez possa parecer

Só domina de verdade quem sabe me dar prazer

De caça posso virar  caçadora basta eu querer

Pra escapar do meu castigo é preciso merecer

Posso fazer esse pobre lobo virar um lobinho

Uivando a noite toda implorando meu carinho

Te faço submisso, gemendo bem baixinho...

Vais morrer de prazer, terás o merecido castigo

Te dominarei, com meu corpo enlouquecido...

Será uma tortura até o ultimo momento

Lembraremos com saudades desse doce tormento

Que jamais ficará no esquecimento...

E depois de conhecer um lobo tão malvado

No meu conto de fadas, já não cabe príncipe encantado!


(Além das Siglas - NLC Poesias)

Nenhum comentário: