frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

quinta-feira, 6 de março de 2014

ERA UMA VEZ



ERA UMA VEZ...



Houve um tempo de sonhos

Príncipes, castelos, Luas e sóis
Bordados em seda, girassóis
Onde desejos eram um carrossel
O amor tinha sabor de mel
Mas o tempo cruel destroçou emoções
Rasgou de todos os corações
As vontades, as verdades
E lágrimas de saudades
Choveram do céu

Deve ter sido nesse tempo
Que o amor fugiu daqui
E no reino encantado
Príncipes desencantados,
E castelo abandonado...
Do céu choveu saudade
Gotas geladas sem fim,
Molhando o meu jardim
Matando todas as vontades
Que viviam dentro mim.

( NLC Poesias)

Nenhum comentário: