frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

quarta-feira, 30 de abril de 2014

A DANÇA DAS PALAVRAS








O seu Eu nos meus poemas
O meu Eu nos versos teus
Como arabescos, os temas
São seus e são meus... ♫

São os temas mais diversos
Habitando a nossa poesia
Onde dançam os nossos versos
E desejos em sintonia... ♥

Em sintonia as rimas
Movem os sentidos nossos
Serenas, as palavras ninam
O meu ser e o vosso... ♫

As palavras tuas e minhas
Dançam a mesma melodia
Traçando entre linhas
O ritmo da nossa poesia... ♥

Dance comigo?
Sou teu par, seu amigo,
Me pisa os pés...
Em teu ritmo me envolva
Em teu som me envolva
Quero ser quem tu és... ♫

Dança comigo esses versos
E descubra quem eu sou
Nesse poema tão terno
Que a inspiração nos tocou... ♥

Essa emoção que clama
Letras, rabiscos e metas
É a mais linda das chamas
Na poetisa e o poeta... ♫

Ao som das palavras a valsar
Vamos tecendo nossas rimas
Dançando palavras ao luar
Poesia é a nossa sina... ♥

Te decifrar
Um sonho que a mim proponho
Te imaginar
Inspiração que a mim imponho... ♫

Tecendo versos decifraste
As minhas letras e rimas
Nos passos dessa dança me guiaste
Para além das minhas siglas... ♥

♪ - Tuas siglas, sigo eu ♪
♥ - E eu sigo os teus passos ♥
♪ - Nos nossos espaços ♪
♥ - A poesia nasceu. ♥


NLC & NILL

3 comentários:

Nilson Ferreira disse...

Pelas palavras se achegamos
Pelas palavras conversamos
Pelas palavras pensamos poesia
Pelas palavras, DANÇAMOS.

Obrigado por dividir essa magia comigo.
Um Bjo no ♥
COM CARINHO CARINHOSO,
CARINHOSAMENTE,

NILL
CRUZ

Anônimo disse...

Um dueto belíssimo. Parabéns a você a a NILL. Apenas sugiro uma revisão de tempos verbais. O que não tira de forma alguma a beleza dos versos.
Alberto Valença.

Nilson Ferreira disse...

Ok Alberto, observarei com carinho os tempos verbais, obrigado pela sugestão. Um abraço.

Nill
Cruz