frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

ANJO POETA


ANJO POETA


Eu rimo de várias formas

Teu nome nesse papel

Mas ele tem rima própria

Só rima com anjo do céu



Pois sabes tocar a alma

Com  palavras tão doces

Falando com leveza e calma

Revelam suaves cores



Em tuas asas há pousada

Onde vive a inspiração

Que em versos é revelada

Pois mora em teu coração


As mãos sabem tecer poesias

E plantar jardins de primavera

Conhecem o segredo da magia

Que perfumam toda a terra



E tecem versos sem igual

Que dançam como o vento

E fazem da poesia varal

De suspensos sentimentos



Decerto um anjo lhe ensina

A compor teus lindos versos

E juntos tecem cada rima

De teus poemas tão belos


(Dedico ao querido amigo 
e poeta Emanuel Ângelo)


( NLC )

3 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida poetisa..
sempre vestido teus versos com a mesma beleza de sempre..
ficou muito lindo, seu amigo deve ter adorado não é..
vestir a outra poesia com palavras doces é um presente raro..
beijos meus e até sempre

Chagas Neto disse...

Que lindo amiga!! Belas são as palavras quando ditadas pelo coração toca a alma daquele que as recebe... Parabéns pela leveza e natureza de sua poesia. Um beijo grande

Angelo disse...

Que surpresa maravilhosa, minha querida!!! Os seus versos são sublimes, e fazem a alma do poeta se encantar com toda essa linda inspiração! Adoreeeeeeiii, bjoss