frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

domingo, 21 de dezembro de 2014

BEIJOS


BEIJOS
Línguas de mãos dadas
em céus
de bocas molhadas!

3 comentários:

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Nara.. visão perfeita, o entrelaçar de línguas provoca coisas no corpo srsr beijão e até sempre

Yehrow, Adônis, ou quem quiser eu seja. disse...

Boa tarde Narinha! A união dos lábios num terno e ardoroso beijo é a forma mais sensitiva de homologar o sim de duas almas que se buscam. As imagens ficaram sensacionais complementando lindamente. Bjs!

Sonia Gonçalves disse...

Lindo isso Nara...Parabéns amiga...Beijos