frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

O MEU LIVRO



Sou autora de um livro
De vinte e duas paginas
Ainda procuro um título
Para os rascunhos de linhas inacabadas

Páginas de amor e paixão
Outras de sonhos e medos
Completando, porque não
Com fantasias e segredos

As palavras eu procuro
Em cada passo que dou
Caminhando no escuro
Entre tropeçando eu vou

Escrevo também as palavras
Que encontro por magia
Neste jardim de lindas prosas
Onde reina a poesia


Quando o livro eu terminar
Encontrarei todas as respostas
E em suas páginas irei anotar
Tudo que procuro agora



Um comentário:

Samuel Balbinot disse...

Muito bom dia Nara..
e que bom que nós temos este dom de poder escrever nosso próprio livro de vida, é bem verdade.. com muitas coisas boas e muitas outras para serem aprendidas.. mas a caminhada ainda é longa.. muitas coisas boas vamos colher..
neste livro de 22 páginas esta toda a tua essência até então.. bjs e um lindo dia