frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

PALAVRAS MENINAS



PALAVRAS MENINAS

Trago comigo palavras
Que juntei pela estrada
Palavras de se guardar calada
Pois dizem tudo ou quase nada

E por ainda não saber
Guardei as palavras por dizer,
Pois eram tão pequeninas
Palavras ainda tão meninas

E eu tentei proteger
Não as queria maltratar
Magoar e nem usar
Por isso hesitava em dizer...

E guardei minhas palavras
Pois se recusavam a crescer
Mas em meu peito desaguava
A dor de não as dizer

NLC

5 comentários:

Unknown disse...

O coração se abre às essas coisas, meninas palavras ditas de forma delicadas, aladas. Lindíssimo o Poetar!


Emmanuel Almeida

Samuel Balbinot disse...

Bom dia poetisa querida..
poder ter te encontrado aqui no mundo dos blogs foi e é simplesmente maravilhoso.. pois a cada poesia que tu posta vejo mais a tua essência..
todos os versos lindos como sempre.. beijos no coração e até sempre Nara

Yehrow, Adônis, ou quem quiser eu seja. disse...

Para nosso encanto as palavras meninas vem a passear por aqui.

André Gomes Shell Capoeira disse...

Bela poesia Nlc! Bom ler teus escritos...

Marileide Abreu disse...

Palavras meninas, que encantam e embelezam a nossa página. Bjus e Boa Noite, amiga NIc.