frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

“Happy Never After”




Promessas esquecidas

Alianças rompidas

A alegria se desfez

Nesse sonho tão fugaz



A princesa acordou

Do seu mundo encantado

E viu que tudo mudou

O seu príncipe virou sapo



Onde antes era carinho

Agora só medo e incompreensão

No abrigo do seu ninho

Não encontra proteção



E a poesia que havia

De repente se transformara

O conto de fadas que fora um dia

Virou uma triste realidade agora



Descobriu que seu amor verdadeiro

O seu príncipe galante e encantador

Era lobo em pele de cordeiro

E viu a violência substituindo o amor


E a história tão poética

Calou-se por tristeza e dor

Onde há violência doméstica

Não há espaço pra poesia e amor



E por mais princesas desencantadas

Que o conto da vida real contenha

Há também heroínas encantadas

Corajosas Maria(s) da Penha


(NLC)


**(Quando ele parar de tratar você como uma princesa?)

Campanha feita pela Disney contra a violência doméstica

Um comentário:

Anônimo disse...

SERGIO NEVES - ...eita!!! ...dizer que possa haver alguma poesia nesse retrato de "terra arrasada" seria um tantinho incoerente,...mas, como és uma poetiza de primeira grandeza, com certeza até deve, sim, haver...,...mas que é um texto "amarguroso", ah! isso é... / Carinhos.