frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

domingo, 17 de maio de 2015

POEMA DE ESTRELAS



Sonhei fazer um poema de estrelas

Uma a uma numa linha prendê-las

Num lindo colar feito de ilusão

E dar-lhe forma de constelação


Roubá-las do céu e numa linha

Prendê-las em meu pescoço

Iludir-me, pensando serem minhas 

Roubar-lhes o brilho, cobrir-me d’ouro 


Mas a noite sombria há de ser

E o céu de luto irá se converter

No alto apenas um escuro de breu

Por causa de um sonho que é só meu

NLC

2 comentários:

Anônimo disse...

SERGIO NEVES - ...amargurosamente belo! / ...pra mim , é uma preocupação que não deves ter -sonhar em fazer um poema de estrelas- pois todos os teus poemas, seja lá qual tema for, são, sim, de (e, com) estrelas -intensamente estrelados! ...naturalmente!

YAGO SILVA disse...

Lindo, lindo demais NLC! :)