frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

domingo, 13 de setembro de 2015

letras minúsculas



Dos meus olhos caíram ideias equivocadas

Caíram rastros das metáforas minhas

Caíram letras minúsculas, cansadas

Caíram cadentes estrelas pequeninas 



E rolaram em gotas como um denso rio

Quentes a queimar a minha pele sem tom

Deixando marcas em meu rosto pálido e frio

Molhando os meus lábios sem batom

(NLC)

2 comentários:

Anônimo disse...

SERGIO NEVES - ...letras minúsculas a compor um poema MAIÚSCULO! / Carinhos.

André Gomes Shell Capoeira disse...

Encantado... Teu dom é incrível! Bjos