frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

sábado, 19 de setembro de 2015

NECESSÁRIA POESIA





A poesia não reside na utilidade. 

Ela não está no sol da planta que floresce, 

nem no vento funcional de um moinho. 

Poesia não está na água vital, 

no necessário copo d'água cheio de vida. 

A poesia não ama aquilo que funciona. 



A poesia é pra ser sentida.

É vista somente com o coração

É o que deixa mais leve a vida

E tão necessária quanto o pão

É olhar a beleza que está contida

No resultado de cada ação.



A poesia ama a água da pedra quicando na lagoa, 

ama a pedra das ondas de água na lagoa. 

Poesia ama o vento da brisa na face, 

ama a face dos cabelos perdidos no vento. 

A poesia ama toda a excrescência, 

que, mesmo inútil, não se abdica.



Na inutilidade de tudo sentir

A poesia renasce em cada gesto

Inspirando assim todo o existir

Onde pedra, água e vento viram versos

E a harmonia que habita a natureza e tudo enfim

São partes que compõem o mesmo universo 

(NLC & Marcel Beliene)



Nenhum comentário: