frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

SOU MELODIA






Sou melodia composta

De sussurros e gemidos

E por toques precisos 

Que compõem cada nota 



Sou instrumento de corda 

Nas mãos de hábil regente 

Que com destreza me toca 

E desperta meu ritmo quente 



Num toque intenso e preciso 

De um dedilhar cadenciado 

Encontro na melodia regozijo 

Para o meu corpo extasiado!! 


NLC Poesias

Também em Áudio

Um comentário:

Alexander disse...
Este comentário foi removido pelo autor.