frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

VERSOS AO VENTO



Senti uma tempestade chegando
Bagunçando meu pensamento
E minhas palavras silenciando...
Então atirei-as ao vento!!

Desejei que se espalhassem
E que voassem por  sobre o mundo
Para que  bem longe elas  chegassem
E que as letras fossem livres disso tudo.


E quando a chuva suave leu meus sentimentos
Transformou em  versos  as palavras que escrevi
E fez do que antes era apenas um lamento
Estrofes suaves e belas de se ouvir.


As madrugadas tornaram-se então serenas
E meus versos e rimas novamente em sintonia,
E aquelas  palavras que eram confusão apenas
Agora ecoam pelo vento em forma de poesia...

(NLC Poesias)

Nenhum comentário: