frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

ENQUANTO A CHUVA NÃO CAI



O coração tão apertado

E a alma em desalento

O céu triste e carregado

Tão pesado quanto o vento

Que não acaricia... Açoita

Corpos e almas cansadas

Arranca das árvores as folhas

E deixa as flores despetaladas!
.


E parece que todo mundo

Faz silêncio em agonia

Esperando do céu de chumbo

Uma tempestade de poesia

Que lave as sujeiras em segundos

E nos encharque de alegria...

Nenhum comentário: