frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

segunda-feira, 7 de março de 2016

À FLOR DA PELE





Há um brilho nesse olhar meio escondido

Um sorriso desenhado lentamente 

Num semblante tão leve e bonito 

Uma sede de viver intensamente. 



Há uma calma e um carinho contidos 

Nas palavras que me diz suavemente 

Há pureza em teus versos já descritos 

Com leveza expressados livremente. 



Há caráter em teus gestos e atitudes 

Que não duvida, não vacila ou se corrompe 

Onde instinto e lealdade são virtudes 

Isso a torna especial e tão querida, Simone 



Que teus sonhos possam se realizar 

E o destino em conquistas se revele 

Que a poesia sempre esteja em teu caminhar 

Entre versos e rimas "À Flor da Pele..." 



Além das Siglas





**Singela homenagem à grande e querida poetisa & amiga Simone Medeiros, autora do blog À flor da Pele de Simone à Poesia 



Nenhum comentário: