frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

sexta-feira, 11 de março de 2016

(RE)CONSTRUÇÃO



Estou em processo de (re)construção

Há coisas que ainda sou 

mas não quero mais ser, 

E há várias outras que ainda não sou 

Mas eu quero tanto ser. 

E vou descobrindo coisas que sou 

Mas que ainda não sei, 

Entretanto continuo 

Buscando, tentando saber. 



Estou em meio à uma longa reconstrução, 

É preciso me edificar eu sei 

Mas a parte da demolição 

Essa já superei 


(Além das Siglas- NLC Poesias)

Um comentário:

Sony Azevedo disse...

Bom dia querida, que lindo blog. Gostei demais de reconstrução. O morrer para renascer é um processo único e doloroso, mas na maioria das vezes, o sucesso nos faz bem melhor. Muita luz e paz. Um bom final de semana. Bjs