frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

domingo, 3 de abril de 2016

ONDE ESTÁ A MAGIA?

 




Uma lâmpada em meu caminho encontrei
Dessas mágicas em que há um gênio morando
Diga três desejos! Então pensei e pensei
Perguntou de novo, pois eu estava demorando

Eu achava que três eram tão pouco
Que o primeiro foi pedir mais três
E depois? Perguntou o gênio quase louco
Que eles se realizassem de uma vez

E agora o terceiro, diga logo de uma vez
E desejei que nunca mais ninguém me enganasse
E ele pressionando, ainda tinha outros três
Desejei que ele nada mais me perguntasse

Surpreso, Pouff!! Em fumaça se tornou
Aspirado pela lâmpada rapidamente
E do castigo nunca mais se libertou
E agora vive preso eternamente

É por isso que não mais se vê hoje em dia
Lâmpadas,  e seus gênios mágicos
É por isso que não mais se realizam as fantasias
Que nos salvam desses destinos tão trágicos.

(Além das Siglas - NLC Poesias)

2 comentários:

Lucy Mara Mansanaris disse...

Bom dia amiga.
Criativo, mesmo com alguma boa dose de dor.
É mesmo uma pena esse "dom" que alguns têm de nos machucar, porém, depois da dor da decepção, vem a força.
Parabéns pelo labor.
Um beijo.

YAGO SILVA disse...

Como sempre um espetáculo de poesia NLC.

Abraços Yago