frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

domingo, 5 de junho de 2016

HISTÓRIA VERDADEIRA



Só por hoje eu queria

Fugir da realidade

E escrever uma poesia

Com mentiras de verdade

Onde a Branca de Neve decidiu

Acabar com esse conto da carochinha

Desse sono que por anos persistiu

À espera do príncipe que nunca vinha.

Abriu as janelas e apagou os lampiões

Chamou as amigas e a fada madrinha

E foram pra o bar encontrar os sete anões

Ela bebeu e dançou enquanto teve vontade

E deu adeus às convenções

Sambou na cara da sociedade

E acabou com os bordões!!




E nessa reunião onde fechou a porteira,

Nenhum anão sequer queria

Saber da história verdadeira

Das princesas  na folia

Das loucuras e bebedeira...

E quando raiou um novo dia

Voltou para o seu mundo amargurado

Cansada de uma luta inglória

Desistiu de príncipes encantados

Agora escreve sua própria história ...




Mas só por hoje eu queria

Acreditar num final feliz

Pra alegrar minha poesia

Em versos que um dia tanto quis...


Além das Siglas - NLC Poesias






4 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Um poema muito belo! Amei


Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Eva Freitas disse...

Só por hoje quero deixar abraço bem apertado nessa moça que tem o dom das rimas e poesias sem fim, ela sabe brincar com as letras ela sabe driblar a realidade talvez enfadonha com a divertida imaginação. Beijos N

Samuel Balbinot disse...

Nara, minha querida poetisa..
vestes com tanto amor as palavras..
é sempre um prazer ler você..
passas tanta vida na poesia..
e o tema escolhido ficou perfeito e mesclado com o cotidiano..
me lembrou a poesia que fiz a cinderela..
18 estrofes em poesia falando da história srs
bjs e feliz dia poetisa até sempre

Anna Lúcia Gadelha disse...

Todos os dias quero parabenizá-la pelas belas poesias.
Beijos