frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

sexta-feira, 27 de maio de 2016

LEMBRANÇAS E RETALHOS



Fecho meus olhos cansados
Recuso-me continuar a ler
Tantos verbos mal conjugados
E vontades que eu não sei de que
Sentimentos escritos errado
Em letras minúsculas deixo morrer
Em rimas de um tempo passado
Faço meu pensamento adormecer
Onde as lembranças são retalhos
Do poema que eu não soube escrever

Além das siglas - NLC Poesias




terça-feira, 24 de maio de 2016

DIAS ASSIM




Há dias em que amanheço assim
Querendo não levantar, mas já é dia
Acordo com saudades em mim
Saudades da minha poesia

E é  tamanha a saudade
Saudade de mim mesma!!
E é uma tamanha vontade
De encontrar na vida beleza

Saudade de me amar e me querer
Saudade de viver os sonhos
E simplesmente poder me ser
De ser  o verso e a rima que companho

Mesmo que me falte concordância
E me perca entre o verbal e nominal
Detalhes indispensáveis ou sem importância
Não sei. . .   Mas não me faz mal

Por entre as letras de um poema
Posso ser a minha melhor companhia
Ser um detalhe, ser fonema
Ser completa . . .  Ser poesia!

Há dias em que brigo comigo
E questiono as coisas inquestionáveis
E nesses dias sofro o castigo
Por desejar coisas inalcançáveis. . . 

Além das Siglas - NLC Poesias

quarta-feira, 11 de maio de 2016

JOGOS DE AMOR





Em cada lance uma urgência louca
Em movimentos tão somente suplicando
Nos caminhos que percorre cada boca
Entre os vales e montanhas deslizando.


Movimentam-se mãos e dedos apressados
Com urgência nos segredos a descobrir
Onde roupas se tornaram obstáculos
Como um jogo, peça a peça há de se despir.


E a vitória se conquista lentamente
No prazer de cada ponto alcançado
Estremecendo o corpo todo intensamente
Quando em gozo o jogo é finalizado...


(Além das Siglas - NLC Poesias)

quinta-feira, 5 de maio de 2016

UM SONHO LINDO!



Eu acordei de um sonho um tanto lindo!!!



Desses que se sonha uma única vez

E nos faz acordar sempre sorrindo 

Querendo até viver tudo outra vez



Eu sonhei que havia guerra sem ter dores

Abraços, beijos eram munição

As bombas que explodiam eram flores 

Na batalha feita em meu coração. 



Sonhei que o mundo todo era um jardim 

Feito de flores que floriam juntas 

Era então uma só fragrância assim 



Eu sonhei com respostas das perguntas 

Que eu mesma tanto já fiz para mim

Sonhei encontrar o fim das dúvidas... 



(Além das Siglas - NLC Poesias)