frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

OLHAR DE POESIA



Carrego poesia no olhar

Com uma esperança escondida

De que ainda haja um lugar

Em que elas possam ser ditas...

(Além das Siglas)

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Maravilhosas palavras. Amei

Beijos e uma excelente semana
.
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Anna Lúcia Gadelha disse...

Amiga linda, tu carregas poesias nas tuas veias. Além de fazê-las lindamente, quando as vestimos, nos emocionamos. Bela! Bela! Bela! Beijos

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querida Nara...
que a poesia sempre reine dentro de você e do teu doce olhar
beijos meus e feliz sempre

Escreverati De Luca disse...

Aqui elas estão bem escritas e ditas...
Breves e pertinentes versos.
Poetisa, falta-nos um lugar e um momento para as declamar, debater e aprazer-se com a presença de outros iguais...

SOLIDARIEDADE disse...

Concisa ou não, a qualidade poética de sempre. Ficou bonita a tua página!! Aqueles "arames farpadas ...", ficou belo e sensual.
Beijos N.