frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

quinta-feira, 2 de março de 2017

POEMA CALADO




Dita em palavras, expostas feridas
Rasguei o peito, desfiz caminhos 
Não achei dos labirintos, a saída
Assumi as farpas desses espinhos.

E triste, minha poesia ficou calada
Versos úmidos, impregnados de nada.

ALÉM DAS SIGLAS – NLC Poesias