frase

Palavra alguma vale o delírio de ser poema sem ser alívio...

NLC, AMIGOS & POETAS

Nesse espaço compartilho textos de amigos e poetas, que me tocam, me emocionam... Espero que curtam!



***********************************************


Leio os versos de Nill Crus como um carinho na alma, muitas vezes são versos que sinto que poderiam ser meus, tal a identificação de sentimentos e letras, que brincam de poetar com as dores da alma! Esse eu amei, obrigada Nill.

GOTeJA

Chove
É gota de pingo
É chuvisco rindo
De um Mim
Que não move

Chove
É gota que cai
Num ir que não vai
Ao Mim
Que não corre

Chove
Goteja um mar
Num estar sem estar
Num Mim
Que comove

Chove
Estende um rio
Despenca o frio
No Mim
Que não morre

Chove
É gota miúda
Na alma graúda 
Do Mim 
Que dissolve.

Chove
Goteja a imagem
Rabisca a miragem
De um Mim
Que, chove.


Nill Cruz





*********************************

Hoje peço licença aos amigos para publicar aqui um poema que adoro e com o qual muito me identifico. Desses que a gente lê e pensa: Quisera eu tê-lo escrito! Ter sabido escolher as palavras certas e lindas pra definir esse sentimento que sei bem. Peço licença também ao grande e maior poeta!





ISTO (Fernando Pessoa)



Dizem que finjo ou minto

Tudo que escrevo. Não.

Eu simplesmente sinto
Com a imaginação.
Não uso o coração.




Tudo o que sonho ou passo,

O que me falha ou finda,

É como que um terraço
Sobre outra coisa ainda.
Essa coisa é que é linda.



Por isso escrevo em meio

Do que não está ao pé,

Livre do meu enleio,
Sério do que não é.
Sentir? Sinta quem lê!






**********

Trago hoje uma linda poesia, sensível e tão tocante da poetisa  Ana Bailune, a qual escreve teus versos como se as letras tivessem vida, e nos acariciasse o coração. Lê-la  é penetrar em seu universo e sentir o mundo de outra forma: Intenso, profundo lindo...




SEI


Sei que ando bem longe,


Distante de tudo,


Os olhos nos rostos, 


Mas vendo outros mundos,


Sei que estou por aqui,


Mas sempre adiante,


Perdida no tempo,


Me perco no instante.





Sei que às vezes não escuto


Se solicitada,


Por vezes, me calo,


Pensando no nada...


O passo estancado,


A vida parada,


Um olho entreaberto


E o outro, fechado.





Perdoa-me o tempo


Em que perco tempo,


Perdoa-me o toque


Às vezes vazio,


Sei que ando tão longe,


Mas nunca te esqueço,


É que ando pensando,


Me olhando do avesso...




Ana Bailune















PUTA DA VIDA



Puta da vida, puta da sociedade

Não é só a puta que é fodida

Mas também a nossa dignidade.

Mesmo a dignidade da puta
Nem ela mesmo é respeitada
Ninguém é ninguém, não somos nada.
Tenho vontade de ser kamikas
Fazer explodir tudo em palavras
Das mais rudes às mais malcriadas
Pois que há gente sem sentimentos
E nada servem os lamentos
Daqueles que são feridos de morte
Que andam no Mundo sem Norte
Que tudo fazem para o merecer
Mas esse Norte nem sequer dá para ver.
Um véu negro se levanta
Se reagem logo alguém se espanta 
E dizem-lhes, vão-se foder.
Se estou revoltado? Ah pois estou
Gostava de viver num mundo sem hipocrisia
Sem o cinismo das guerras
Mesmo que sejam só de palavras
E essas fazem na verdade doer.
Porquê, porque quero a paz 
E contrariado não posso responder 

(ALBEERTO DA FONSECA)





Trago hoje, com muita alegria os versos lindos da querida Sonia Son dos Poemas, que transpira poesia por todos os poros do corpo, acho mesmo que nasceu dentro de um poema. Espero que gostem!!

Á Primeira Mordida

Com a cara lambida pelo nevoeiro...
Hausto toda sua boca meu sonho de cavaleiro
Sorvo tuas metáforas como água da fonte

Bebo em tua boca meu riso d’ diamante...





Tento não sorrir, pois a palavra é sugestiva...
Mais intrigante é essa rompante compulsiva
Coisa de quem ama as flores sempre viva
É amante dessa diversificada flora primitiva...



Quando o sol morde minha língua de poesia...
Acaricia o paraíso que me arrebata e silencia
Amo-te a primeira mordida da manhã
Arde em mim seu gosto e aroma de maçã



Minh ’alma faz-te lema e interrogativa
Diz sem ponto final você é minha afirmativa...
Danço ao poema então q’me chama d’perfeição
Interagindo chamo-te em sonho rima percepção...



Há chama também nas labaredas e quentura
Diz que há carinho e ama-me com ternura
Há tanta emoção no acaso se por acaso for
Se acaso uma orquídea num vaso abrir será amor



Se amor acontecer à primeira mordida...
Poderá durar para sempre e ir além da vida
Há tanto carinho nos teus reversos e magnitude...
Amar você minha melhor resposta e atitude...


Beijo-te poema com versos amiúdes...
Minha virtude é sempre amardes...

Son Dos Poemas 










Na leitura de hoje compartilho  a poesia do querido  poeta Emanuel Angelo, que escreve versos como quem caminha por Jardins de Inspiração, sentindo o perfume de jasmins. Com seu estilo encantador de escrever  nas entrelinhas o que está além dos olhos, o poeta tem o dom das palavras e com talento as usa com maestria.








     HIATO




     Na rua

     À lua

     a tua

     Imensa


     presença contínua



     Seria

     Faria

     Ciúmes

     Traria




     E não trairia

     não desejaria

     querer estar junto

     e estar longe

     de alguém




     Dissidência crepúscula

     restala o martelo

     e o eixo da vida

     que a tudo recria


     e mata ninguém



     e beija a saudade

     da gota caída

     cor púrpura

     e brisa


     hífen que une

     o céu, a terra, o mar


     além







Trago hoje os versos do querido amigo Moacir Luís Araldi,Um poeta que parece ter o coração na ponta dos dedos. Lê-lo é como mergulhar num mundo além da superficialidade das palavras, onde sentimentos profundos e intensos ganham forma através de suas letras. Eis aqui um dos poemas mais lindos que já li. 









PIETÁ

Decepciono-me ao ver o mapa

E o traçado final estampado.

Queria o segredo no cofre guardado

Porque amar é a arte de tentar, de se doar, de renunciar.

Teus amores deliciosos, onde estão?

Agora em meu rosto só a expressão de Pietá,

Minhas mãos vazias pra mostrar.

Nestas noites em que só palavras voam,

E dos meus dedos brotam céus em desalinho,

Giro neste quarto de chão molhado

Tropeço no escuro do caminho.

Nem sombras dos que me pediam

Pra mais alto eu falar.

Nem pontes unindo sul e norte,

Nem em aquarelas vejo teu olhar,

Só um vento que sopra melancólico e forte.

Mas há de haver um ponto sagrado

Onde o mundo possa ser ancorado

E viver em harmonia

O sonho pela vida sonhado.

Onde o sol bronzeie a pele

Onde a semente germine

Onde a realidade sorri.

E a vida, preciosa, se ilumine.

( Moacir Luís Araldi )











Apresento-lhes os versos do poeta Homero de Luca, que encantam-me pela sensibilidade e intensidade das palavras ditas e dos sentimentos contidos nas entrelinhas da tua poesia.



http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdeamor/4723672











Trago aqui um lindo poema da autoria do jovem e talentoso poeta Yago David. Versando sobre a saudade, o poeta emociona com toda sua intensidade e seu talento.





OLHA QUEM VOLTOU!



Olha quem voltou!

Fez meu coração ficar apertado

Meus olhos encherem de lagrimas

E o silêncio da minha casa

Se multiplicar ao quadrado


Saudade por que você faz isso?

Realmente não entendo

Por que você insiste em voltar

E minha pobre mente atormentar

Por favor, me deixe, me deixe, me deixe...


Eu sei que você traz lembranças boas

Mas esse tipo de saudade que sinto doe e machuca

Os versos ficam tristes e insuportáveis



 ( YAGO DAVID )


http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdesaudade/4698096










O texto de hoje é um lindo poema da minha amiga poetisa Marinez Novaes que tem uma forma única de escrever e sempre me encanta com teus versos.




PING PONG DO AMOR

 Eu sou o sangue que corre nas tuas veias.


 Você é a vida que acontece dentro de mim

 Sou a lágrima que irriga teus olhos.

 Você é a lágrima mais doce que eu derramo

 Sou a fonte da saudade instalada em teu coração.

 Unica fonte cujas aguas não posso impedir

 Sou o pensamento que domina tua mente,

 seus sonhos e me torno poesia nos teus versos.

 A mais linda poesia já escrita pela minha Alma 

 Sou insônia, saudade e desejo que te levam ao delírio de se 

entregar.


 Nas noites em segredo te chamo para me amar!

 Sou o grito constante do teu coração.

 E ao mesmo tempo a mais suave canção

 Sou o sorriso largo nos teus lindos lábios.

 Resultado de quem vive um grande amor

 Sou o indefinível dentro de você.

 O importante é o sentir não quero entender

 Sou o enigmático que alegra teu viver.

 Sou teus passos ,não vou me perder

 Sou o que você não precisa entender.

 Sentimentos tão lindos,entender pra que?


 Só sentir, pois sou o amor que se instalou em você.

 Um amor cravado em meu coração,em todo o meu ser

 Sou o ar que oxigena a tua vontade de viver.

 Você é a minha vida

 Não, não sou eu, sou apenas você.



( MARINEZ  NOVAES )

3 comentários:

Anônimo disse...

Meus parabéns siglasinha obrigado pelo espaçinho dedicado a nós.

Bjos Yago

Lucy Mara Mansanaris disse...

Boa noite meu anjo.

Ah mas a cada dia conheço um pedacinho a mais daqui, e, estou amando tudo!

Linda e muito especial essa página, parabéns!

Um beijo, fica com Deus e se cuida... =)

Sonia Gonçalves disse...

Minha amiga "Menina Poeta"
O que queres que te diga além do que te amo?Na mais linda e complacente Amizade Verdadeira que possa existir entre Nós seres lunáticos que somos definidos como "poetas"..Simplesmente GRATIDÃO querida poetisa e felicitações pelo espaço maravilhoso onde mostra o que já te falei existir pouco...GENEROSIDADE...Penso em criar uma extensão assim no meu em breve e nunca faltará vc por lá...Beijãooo Parabéns e obrigada!